IGREJA ENVENENADA

É lamentável  a situação das igrejas evangélicas escancarada pela mídia.
São muitos os rostos que estampam jornais, revistas e  a telinha nos mais diversificados horários.
O discurso é o mesmo: prosperidade, correntes, milagres, unções, decretos, promessas de curas e problemas resolvidos.
Antigamente os programas  evangélicos na tv terminavam com um apelo para que os telespectadores escrevessem solicitando estudos bíblicos ou orientação espiritual, hoje o apelo é para que depositem nas contas bancárias ou se filiem como mantenedores do ministério.(aceitam até cartão de crédito)
Ministérios estes que  usam o horário televisivo para responder ataques pessoais de adversários ou atrair incautos para a multidão de seus auditórios.
Infelizmente os adversários  atacados publicamente não são os que a bíblia nos adverte:Satanás, o pecado e a morte; mas o colega de profissão que tem ponto doutrinário diferente, ou pertence a alguma ala política contrária.
Quando digo “colega de profissão”, digo com coração apertado, pois o ministério pastoral deixou de ser vocação sacerdotal para ser profissão almejada por muitos, afinal os salários, prestígio e conforto  são bem atraentes.
A igreja está envenenada pelo poder. Poder da mídia, poder político, poder econômico.
Poderes incompatíveis com o poder do Evangelho.
O veneno da serpente inoculou a mente e coração de pessoas sinceras que estavam no caminho da grande comissão pregando a água viva e o pão do céu.
Pouco a pouco passaram a pregar ouro,prata e não mais o precioso sangue de Jesus.
A pregação de humildade e santidade deu lugar  à autoridade e prosperidade.
Mudaram  a graça em mérito, o amor incondicional em amor material.
Mudaram as palavras de perdão e salvação em  palavras de condenação e condição.
As pessoas caminham para o ateísmo e agnosticismo, pois a igreja está transfigurada e não reflete mais a imagem e semelhaça do  Deus vivo. O mundo está confuso, aliás ele tem uma certeza: esse Deus dos evangélicos eu não acredito, pois quem me pode provar? A igreja deixou de ser coluna e esteio da verdade , pois não sustenta e não revela coerência entre discurso e prática, não vive na semana o que vive no domingo, não é em casa quem deveria ser a qualquer tempo e lugar.
A salvação não é proclamada, o pecado não é confrontado, a bíblia não é estudada, a fé não é pensada.
Vale o arrepio, o pranto, o canto, a dança,  a religiosidade vazia, o que permite a tantos estarem próximos do reino, mas sem salvação.
O grante antídoto está na preservação do puro e genuíno evangelho: O evangelho da graça salvadora em Cristo Jesus Nosso senhor, que nos transportou da trevas para sua maravilhosa luz, que nos elegeu pela sua presciência para que vivamos o grande mandamento e a grande comissão.
Que o Senhor tenha misericórdia de sua igreja! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s