EVANGELHOS

EVANGELHO DA PROSPERIDADE X EVANGELHO BÍBLICO

Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. ” (MATEUS 8:20)



Jesus, o Filho de Deus, nasceu numa manjedoura, pegou emprestado um burrinho para entra em Jerusalém, não tinha onde reclinar a cabeça, não tinha uma bela moradia. Maria e José , por ocasião do nascimento de Jesus, foram oferecer sacrifícios em Jerusalém , e deram um par de pombinhas como era costume das pessoas sem posses. O Evangelho aponta Jesus Cristo como o exemplo maior para cada cristão, no seu batismo Deus exclamou do céu: ” Este é meu Filho amado em quem eu tenho muito prazer.” ( Mateus 3:17) O Evangelho genuíno mostrar que os valores de Deus são diferentes dos valores dos homens.Jesus Cristo dava prazer ao Pai com seu modo de vida obediente, seu caráter santo e irrepreensível, seus feitos notórios e suas palavras de poder e autoridade, pois em tudo Ele glorificava o Pai. Ultimamente, o “evangelho” pregado por lobos em pele de pastor, aponta a prosperidade material e financeira, o poder, os cargos de chefia, os carros do ano, a bela mansão, como aprovação de Deus na vida do cristão.Valoriza-se o TER em detrimento do SER. Analisando aos olhos desse “evangelho da prosperidade”, pregado por falsos evangélicos que visam lucro fácil; diríamos que as vidas de Jesus, Maria e José, precisavam sofrer ajustes para agradar a Deus , pois não apresentavam sinais de prosperidade.Poderíamos até concluir que a oferta do casal não foi aceita por Deus, pois muito ofereceram bois, carneiros, bodes, ofertas muito mais valiosas que pombinhas…Diríamos que Jesus precisava fazer campanhas para obter o dom de adquirir riquezas, quebrar maldições, avivar a vida financeira; visto que não tinha casa própria, nem cavalos, nem posses.Com certeza precisava se corrigir com Deus para ser abençoado e dar testemunho! Não é necessário ser nenhum expert em bíblia para se notar a distorção que o evangelho tem sofrido para gerar exorbitantes lucros aos profissionais da fé, às empresas travestidas de catedrais , templos, igrejas. “Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?” (Mateus 7:15,16)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s