Imperfeições

“Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?” Mateus 7.2,3.

O Evangelho de Cristo está longe de ser para pessoas perfeitas, ao contrário, ele é para quem se reconhece imperfeito e carente da graça de Deus.

O evangelho aponta o erro e chama-o pecado, mas também aponta o perdão e chama-o Cristo.

Ser amado por Cristo apesar das nossas imperfeições, nos traz a responsabilidade de lidar com o outro de maneira misericordiosa , e faz-nos reconhecer que reproduzimos as mesmas atitudes detestáveis que condenamos.

Quem julga, estabelece um padrão de exigência que cabe a si mesmo cumprir, o que nos torda todos inaptos em cobrar perfeição do nosso semelhante.

Quando a Palavra de Deus nos julga e estabelece o padrão como Cristo, somos conclamados a perseguir perseverantemente o padrão divino , o que passa primeiramente por julgarmos a nós mesmos, não segundo o padrão do próximo, mas segundo o padrão de Jesus .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s