Andar com Deus

O casal reduziu a potência do chuveiro elétrico, vendeu a cota do clube, negociou mensalidades, cortou supérfluos e facilidades, rebaixou o padrão de vida da família.

Muitos se afastaram, outros se tornaram ousados no trato, pois o prestígio se foi!

Era 1992, uma manhã de sol.

As dificuldades estavam estampadas até nas roupas, calçados e na mesa da família.

Ela, uma universitária, mãe e mulher de 20 anos de idade caminhava pelo centro da cidade rumo ao metrô

Seus passos eram para poupar o dinheiro do ônibus.

Então em oração questionou a Deus: – Pai, temos sido fiéis nos dízimos, ofertas e na dedicação ao Reino do Senhor. Temos trabalhado muito, e no entanto as dificuldades financeiras com as contas, a escola, a universidade, tem nos afligido .Vejo as lágrimas do meu marido. Por que?

E o senhor respondeu: – Estou ensinando seu marido a ser fiel no pouco para ser fiel no muito!

Foram tempos difíceis, mas nada os faltou, se aproximaram mais de Deus e do próximo.

Aprenderam a viver na dependência do Senhor e a reconhecer que a recompensa do trabalho vem de Deus quando Ele quer!

Perseveraram como cristãos, como casal, como pais, como família, como profissionais.

Deus mudou toda a situação, mudou a sorte, mudou-lhes o coração.

Deu-lhes a capacidade e maturidade de falar como Paulo: ” Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.” Filipenses 4.12-13

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s