Os invernos da vida

Câncer sempre foi um tabu e a morte também!

Dois desconhecidos que batem à nossa porta inesperadamente.

Receber o diagnóstico de câncer de mama nos tira o chão.

Muitas são as dúvidas que permeiam nossa mente e muitos os temores que aceleram nosso coração.

O inverno chega para todos, e de diferentes formas: desemprego, fracassos, frustrações, traições, separações, perdas, privações, enfermidades, luto, etc; mas o que nos faz vencê-lo são nossas raízes.

Elas podem ou não ser abaladas com a chegada do inverno em nossas vidas. Tudo depende se estão fixas no efêmero: diploma, dinheiro, poder, cultura, bens, casamento, filhos, etc… ou no eterno: Deus!

Assim como a imagem mostra a mesma árvore em estações diferentes, somos as mesmas mulheres, porém sem cabelo, sem sobrancelhas, sem cílios, sem seio, sem viço!

Nos vemos fragilizadas e desconstruídas.

Procuramos lenços e perucas e nos deparamos com acessórios que mais destacam o estigma da doença.

Não raras as vezes chega o abandono do companheiro, a solidão do afastamento de familiares e amigos, as palavras e conselhos mal ditos… Nem todos tem condições de lidar e enfrentar as mudanças e os temores que o câncer traz, porém nós não temos escolha, temos que encarar!

Há apenas um capaz de nos amar incondicionalmente, fortalecer e carregar no colo: Deus! Nossa raíz!

Enfrentar o tratamento começa com informação, conhecer a doença, romper com tabu, desconstruir estigmas, se informar sobre os tratamentos, os medicamentos, os efeitos colaterais … fazer sobrancelha definitiva, comprar turbantes estilosos, aprender amarrações de lenços, usar maquiagem, brincos grandes… Fazer do limão uma limonada!

O diagnóstico não é o fim! É o anúncio de que tempos difíceis virão, mas com fé , gratidão no coração, esperança de dias melhores, caminhamos para a primavera… e para um relacionamento robusto com Deus a ponto de dar frutos!

Após o inverno, pode florescer uma nova mulher, não só com cabelos novos (mais fortes e saudáveis), mas que sabe o valor da atividade física, valor da alimentação saudável, valor das verdadeiras amizades, valor do dia de hoje, valor da vida!

Nosso olhar para nós mesmos, para o câncer, para a morte, para a vida não é o mesmo!

Podemos até sentir saudades da liberdade que a careca nos proporcionava… descobrimos que nosso valor está muito acima da aparência!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s