NOSSAS BALANÇAS

Todos nós temos nossas balanças.
Julgamos pelas nossas percepções.
Nossa ótica é o código de nossas sentenças,
Nossas emoções são o promotor ou o advogado de defesa 
Todos somos juízes do semelhante .
Julgamos as intenções sem conhecer a motivação,
Julgamos as aparências sem conhecer o fato,
Julgamos o fato sem conhecer as circunstâncias.
Julgamos o outro sem conhecer o coração.
A maior injustiça é recebermos a sentença de sermos quem não somos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s